Um novo capítulo.

    

    É como eu sempre digo,  se quer  me conhecer, leia meu blog.
    Não é a toa que na apresentação do mesmo, está escrito que ele foi criado com o intuito de dividir com o mundo a minha visão sobre cada coisa que me cerca. Sempre foi, e sempre será este o objetivo das coisas aqui escritas.

    Hoje, eu venho falar um pouco sobre a vida, sobre a minha vida.
    Em alguns dias (05 especificamente) eu vou completar mais um ano, e quem me conhece sabe que este é o período do ano em que eu geralmente me isolo do mundo, a fim de colocar em ordem as minhas idéias, mas este isolamento acontece também, por este ser um período de grandes expectativas para mim.
    O ano de muitos começa no dia 01/01 mas o meu não, o meu ano começa á partir do dia 04/02, os dias que antecedem essas data eu tiro como um período de balanço, avalio tudo o que fiz no ano que passou, vejo o que pode continuar, o que deve mudar e assim durante todo o mês de janeiro, vivo altos e baixos inimagináveis.
    Mas quem me vê, não vê nada. Pra variar.
    Mas o que difere este ano, dos outros que passaram é que tenho me deparado com algumas cobranças. São pessoas me cobrando atenção, são pessoas me cobrando atitudes, que elas no meu lugar nem sequer teriam, agem como se eu já não virasse mil com frequência.
    Não sei se você como meu amigo me conhece de verdade, caso não conheça, vou me apresentar:

     Sou uma pessoas como você, muito prazer!
     Tenho 22 anos, e também uma vida, como a sua, olha que loucura!
     E sim, tenho responsabilidades, dá pra acreditar?
      Entre elas estão: um emprego fixo de segunda á sábado de 8hrs por dia, uma casa para cuidar (lavar, passar, limpar e tudo o que é necessário se fazer em uma casa), tenho um marido que demanda atenção também, ou você acha que relacionamento é só dormir na mesma cama?
    Eu estudo... Tá que não faço uma faculdade, mas nem por isso os meus estudos são menos importantes e demandam menos tempo que um estudo regular, tanto que aprendi uma nova língua sozinha em 10 meses. Além disso eu faço um trabalho voluntário na rádio da cidade 2x na semana e estou na igreja na segunda, na quinta, na sexta e no domingo, fora algumas quartas e sábados. Ainda na igreja sou juntamente com uma amiga responsável pela secretaria, que querendo ou não, acarreta mais trabalho a ser desenvolvido. E pasmem, ainda preciso de tempo para mim, sabe aquele básico? Tomar um banho de uns 15min, lavar seu cabelo, fazer sua unha, arrumar seu guarda-roupas, ler a bíblia, ou algum livro que você goste, escutar uma música enquanto relaxa... Tudo isso demanda tempo, ou você acha que num piscar de olhos tu fica mais limpa, mais "bonita", e mais culta? Não, mesmo.
    Se você não sabe eu ainda faço fotos vez ou outra, e meu caro, fotos não se editam sozinhas, é no mínimo 5 horas por ensaio. Além disso, tenho esse blog aqui e um canal no youtube, que vira e mexe eu atualizo. Não vou nem citar o projeto de escrever meu livro, pois esse mal começou e já foi arquivado por outras prioridades, que na real nem me fazem tão bem quanto escrever, mas é a vida né.
   Óbvio, tudo isso fora a minha vida social e familiar, pois tenho amigos,  pais/irmãos e sogros/cunhados que algumas vezes cobram por uma visita.. E lá estou eu...
    O mais curioso é que você pode ter uma vida assim, mas é inadmissível que você se canse, ou adoeça. Sempre querem mais e mais de você, quando você não vai a algum desses lugares, as cobranças são absurdas, quando você adoece ainda falam que é por  esse ou aquele motivo. Mas não, eu sei bem quais são os motivos: stress, sobrecarga física e emocional, isso ferra com a saúde e o psicológico de qualquer pessoa.
    Não estou me queixando, pelo contrário, eu me orgulho por ter me tronado ao longo desse ano, uma das pessoas mais organizadas que eu conheci, e com isso dar conta de fazer tantas coisas em tão pouco tempo. Só estou tentando te  fazer entender, que aquela pessoas que você vê todos os dias,  se virando nos 30 para dar conta da sua rotina puxada, pode estar com a cabeça explodindo de dor,  ou com as pernas queimando de tanto andar de um lado para o outro, ela pode estar desejando chegar em casa, tomar um banho e ir descansar, mas sabe que a realidade ao chegar em casa será outra. Só quero te fazer entender que essa pessoa de quem você cobra mais "compromisso" muitas das vezes ficou até tarde da noite sem conseguir dormir, preocupada com milhares de coisas que precisam ser feitas. Talvez ela se esqueceu de anotar um ou outro compromisso e acabou não indo, mas não por  mal, e sim por estar mal.
    Da próxima vez que você sentir vontade de cobrar algo de alguém, pergunte-a  como está a vida, e assim você vai saber se ela fez de propósito ou se 
realmente não teve alternativa.
    E da próxima vez que você for cobrar algo de mim se pergunte se você daria conta da vida que eu tenho se fosse eu.
    Se a resposta for sim, parabéns pra você, mas não me interessa.
    O que me interessa é como eu estou me sentindo agora, e sinceramente, eu estou cansada. Cansada de dar o meu máximo e ainda assim ser tida como irresponsável, de escutar "conte comigo" das pessoas e quando você as procurar, estarem todas muito ocupadas para te darem até mesmo um apoio moral.
    Sabe aquilo que você vê de uma pessoa, seja na sua vida amorosa, profissional, social ou religiosa? 
    Então, isso é apenas a ponta do iceberg.
     Se você me vê sorrindo ou de cara virada pro meu marido dia ou outro, isso não diz nada sobre meu relacionamento, é a penas a ponta do iceberg
    Se você me vê na frente de um computador no meu trabalho sempre que passa por lá, isso não diz nada sobre as funções que eu preciso desempenhar, é apenas a ponta do iceberg. 
    Se você me vê saindo com amigos dia ou outro, não significa que todos os fins de tarde ou de semana eu faça o mesmo, isso é apenas a ponta do iceberg. 
    Se você me vê na igreja tantos dias, ou poucos dias, isso não diz nada acerca do meu relacionamento com Deus, aquilo que você vê, é apenas a ponta do iceberg.
   Por mais que você faça mil coisas, as pessoas nunca vão estar satisfeitas, vão continuar constantemente te cobrando uma coisa atrás da outra. Isso acontece porque elas vêem somente a pontinha de tudo aquilo que você vive e faz.
    Por quê eu estou escrevendo isso? Estou escrevendo isso porque eu cansei, e geralmente ao invés de falar, quando eu me canso eu me calo e escrevo.
    Meu ano novo está chegando e eu gostaria muito de deixar isso registrado para simbolizar uma mudança, O fim de um ciclo desgastante e o início de um novo ano com mais "nãos" e mais qualidade de vida, para a única pessoa cujo bem-estar e saúde dependem de mim... Eu mesma!
    Sejam bem-vindos 23 anos e tragam com vocês renovo para essa alma cansada e aflita.
 
 
 
    

You Might Also Like

0 comentários

*Deixe sua opinião, ela é super importante para mim!

Beijos, e obrigada!